terça-feira, 15 de maio de 2007

Chita aqui, chita lá...

Esta é minha pequenina coleção de chitas, aqui chamadas de chitão, nome que nossa chita recebeu depois dos anos 50, quando começou a ser produzida com largura maior. É um tecido 100% algodão, delicioso de tão colorido, em cores primárias e secundárias, de tons vivos, estampadas sobre morim cobrindo totalmente a trama. É parte integrante de nossa cultura, muito usada em roupas de festejos e festas populares e hoje emprestando suas estampas a peças de designers famosos como Philippe Starck.
Vendo os trabalhos lindos da Rosa Pomar ,percebi que existe diferença entre nossa chita e a de Portugal ( além da estamparia em si), e encontrei, pesquisando por aí, que a nossa tem a estampa feita sobre um morim de tramas mais abertas, o que dá uma aparência bem mais rústica. Aqui na Dona Chita, da Cláudia Gil, tem mais coisa bonita feita de chita.
Para quem se interessa e quer saber mais tem o livro "Que Chita Bacana" que inspirou algumas exposições em 2005.